I say blog!
  • 11
  • jan

A Nissan foi a que mais cresceu em 2012

Por eduardo, em Fiat, Mitsubishi, Nissan, Renault, Volkswagen.

march 1.6 A Nissan foi a que mais cresceu em 2012

As marcas que mais ganharam participação não foram, necessariamente, as que mais cresceram em relação ao ano anterior. Exemplo: a Fiat vendeu 84.112 carros a mais (foram 754.138 em 2011 e 838.250 no ano passado). Esses 84.112 carros representaram 1,04 ponto do mercado total, mas um aumento de apenas 11,15% em relação ao volume de vendas.

Já os 37.460 carros que a Nissan vendeu a mais, representaram um crescimento bem maior, de 55,6%, pois a base de cálculo (o volume vendido pela Nissan em 2011) é menor. Assim, a Nissan foi a marca que mais cresceu em relação ao ano passado, passando de 67.334 para 104.794 unidades.

A Nissan foi beneficiada pela isenção do IPI extra por causa do acordo Brasil-México, de onde a empresa importa a maior parte dos carros vendidos no Brasil, ao contrário das demais importadoras sem fábrica no País, que foram penalizadas.

O resultado dessa diferenciação de tratamento fiscal foi que levou a Nissan a se transformar na marca que mais cresceu no Brasil no ano passado.

A Honda foi a segunda marca que mais cresceu, com aumento de 45,27% (passou de 92.905 unidades em 2011 para 134971 no ano passado).

Em seguida, três marcas de pequeno volume de vendas – Jeep, Dodge e Jinbei – cresceram em torno dos 30%.

Renault (+24,3%), Toyota (+14,6%), Fiat (+11,1%), Volkswagen (+10%) e Mitsubishi (+9,1%) também tiveram crescimento expressivo no ano.

As marcas importadas e de pequeno volume de vendas foram as que mais perderam em 2012, por causa principalmente da medida do governo de sobretaxas as empresas que não têm fábrica no País. Os carros importados por essas marcas tiveram     que arcar com um IPI extra de 30%, o que, quando não inviabilizou, derrubou as vendas.

Três dessas marcas – Ssangyong, Lifan e Porsche – perderam mais de 50% do mercado. A Ssangyong, que em 2011 vendeu 4.984 unidades, caiu para 2.138 no ano passado. A Lifan caiu de 2.822 para 1.219 e a Porsche de 1.384 para 663.

A Kia, a Chery e a JAC foram as marcas de grande volume mais atingidas pela medida e o resultado nas vendas foi trágico: a coreana, que vendeu 77.036 carros em 2011, fechou 2012 com apenas 41.163, 46,5% a menos. A Chery caiu de 21.682 para 14.217 (- 34,4%) e a JAC perdeu 5.677 unidades: caiu de 23,728 para 18.051, uma queda de 23,9%.

 



Comente! Publicado por eduardo
Tags associadas ao artigo: , , , , , .
Outros artigos:

Artigos relativos a "A Nissan foi a que mais cresceu em 2012"

  • Compare os mais vendidos nos EUA e Brasil
    Compare os mais vendidos nos EUA e Brasil

    A indústria automobilística dos Estados Unidos encerrou 2012 com cerca de 14,5 milhões de veículos comercializados, registrando um aumento de 12,9% em relação a 2011, quando foram vendidas 12,7 milhões [...]


  • Renault, Nissan e TMH: emissão zero
    Renault, Nissan e TMH: emissão zero

    Em 1999 a Renault e a Nissan se juntaram para formar um dos melhores grupos automotivos do mundo, o Renault-Nissan Alliance. A união tem sido lucrativa para ambas as marcas, segundo [...]



Comente:

Comente su "A Nissan foi a que mais cresceu em 2012"





© TudoCarros, is part of the network IsayBlog! whose license is owned by Nectivity Ltd.